DESTACAM DECLARAÇÕES DE AL-ASSAD À TELEVISÃO RUSSA

Publicado: 18/05/2012 em Falsa Política, Geral, Militares
Tags:, ,

Damasco, 17 mai (Prensa Latina) Meios de imprensa sírios e internacionais destacam hoje declarações do presidente Bashar Al-Assad sobre a situação no país, nas quais adverte que a agressão contra a Síria afetará a estabilidade global.

* Síria denuncia ações de Israel em territórios ocupados do Golã

As declarações do mandatário ao canal de televisão Rossia 24, suas primeiras em pouco mais de meio ano, reiteraram a decisão de enfrentar a agressão externa, pois, opinou, depois da Síria, ela pode se propagar por todas partes, pois o assunto não radica só em nosso país, senão na estabilidade internacional.

Os meios informativos divulgaram também as palavras do estadista sírio sobre o apoio da Rússia e da China.

Eles não me apoiam, eles também não apoiam o chamado regime sírio, ainda que contamos com nossa estrutura de estado, eles estão pela estabilidade na região e compreendem muito bem a posição geoestratégica síria, enfatizaram as fontes.

Várias agências de imprensa estrangeira refletiram que Al-Assad fez suas declarações em uma tentativa de mostrar que suas forças brigam contra terroristas e não contra ativistas pró democracia.

Enquanto isso, evidências e confirmações publicadas pelo The Washington Post denunciam as açoes destes grupos e o apoio em armas que recebem dos Estados Unidos e nações como Arábia Saudita e Catar.

Também, o jornal The New York Times destaca as denúncias do governante sírio de que a violência em seu país se deve ao trabalho de estrangeiros apoiados pelos terroristas, e que o boicote das eleições parlamentares da semana passada foi uma ficção.

Ressalta o Times que segundo Al-Assad “há um grave problema com o terrorismo. Os terroristas não se preocupam pela reforma e não estão lutando pela reforma.”

Fonte: Prensa Latina

Imagem: Google

 

Kielel comentando:

O que dizer de Al-Assad?

É um sujeito inteligente e corajoso, e digo isso através de suas declarações antes dessa que foi inteligentemente feita através de uma televisão russa. Uma estratégia política defensiva e agressiva ao mesmo tempo – Por que? – a resposta é simples, eles têm a Rússia como aliada, e ao contrário do que pensou Sarkozy ao dizer que a Rússia recuaria o seu apoio ao Irã e Síria, fica comprovado e melhor, reforçado tal apoio. A questão é que os imperialistas estão loucos por guerra, mas não estão conseguindo encontrar maneiras de “criar” um movimento mundial público para que eles invadam estes países, ao contrário o mundo repulsa oferecer tal suporte.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s