SÍRIA DENUNCIA NOVAS VIOLAÇÕES AO CESSAR FOGO

Publicado: 21/04/2012 em Falsa Política, Geral
Tags:,


Imagen activaDamasco, 20 abr (Prensa Latina) A Síria denunciou novas violações ao cessar fogo cometidas hoje por grupos armados, tirando a vida de 18 policiais e três civis em Daraa, Hama e Aleppo.

Mais:

Um grupo armado detonou nesta sexta-feira uma bomba de 100 quilogramas de potência enquanto passava um ônibus da polícia perto do povoado de Heit, na região de Saham Golan, na província de Daraa, a 101 quilômetros de Damasco.

Também na cidade de Daraa, cinco agentes da ordem pública morreram devido a uma explosão na área de al-Kark al-Sharqi, e outro policial morreu quando um grupo armado abriu fogo com metralhadoras contra a estação do povo rural de Mahajjeh.

O suboficial Munir al-Sharani, do Departamento de Imigração e Passaportes de Daraa, morreu quando indivíduos armados dispararam contra seu carro em um cruzamento da estrada de Daraa a Sweida. Três pessoas que viajavam no veículo ficaram feridas.

Além disso, um empregado identificado como Majid al-Badawi da escola de ensino secundário (médio) do povoado de Jassem, também nessa província, foi vítima fatal das balas das metralhadoras de um grupo quando entrava no centro escolar esta manhã.

Na central cidade de Hama, a 209 quilômetros ao norte da capital, um francoatirador matou ontem à noite o policial Ibrahim Abdul-Samad Mustafa, com um disparo vindo da cobertura de um edifício próximo do trevo de al-Bahreh.

Quatro civis ficaram feridos pela explosão de uma bomba na comunidade de al-Arbaeen, já outros dois artefatos explosivos foram desativados perto da mesquita do bairro de al-Sabouniyeh dessa mesma cidade.

Em Aleppo, a 355 quilômetros ao noroeste de Damasco, indivíduos armados abriram fogo ontem à noite contra um cybercafe na zona de Seif al-Dawleh e mataram o proprietário Mohammad Ziyad Basmaji. Também detonaram uma bomba no trevo de al-Halwaniyeh na estrada de al-Bab que provocou a morte do cidadão Mustafa Riyad al-Zein e feridas em outros três indivíduos.

Citando uma fonte do governo, a agência de notícias SANA, foi divulgado que “os grupos armados terroristas continuam seus ataques contra civis, as forças de ordem, as propriedades públicas e privadas em violação do plano do enviado da ONU, Kofi Annan”.

Em Moscou, o chanceler Serguei Lavrov denunciou que estes grupos armados continuam suas ações terroristas e exigiu que todas as partes implicadas no conflito sírio apoiem o plano de Annan.

Em coletiva de imprensa conjunta com seu par italiano, Giulio Terzi, Lavrov afirmou que “as autoridades da Síria não só enfrentam manifestantes pacíficos que têm o direito a expressar pacificamente seus pontos de vistas, mas também grupos armados que levam a cabo atos e sabotagens terroristas”.

Fonte: Prensa Latina

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s